Os verdadeiros vilões da Gastronomia, por Roberto Diniz

 

Sempre li muito sobre temas de alimentação e compro eu mesmo os ingredientes e alimentos da família. É curioso como frequentemente os conceitos se contradizem.

Gordura, lactose, glúten e outros elementos sobem e descem nos estudos sérios da ciência. E há outros “estudos”, pagos por segmentos da indústria, buscando derrubar oponentes e ocupar mercados. Vide a guerra das margarinas contra a manteiga, por exemplo, alegando-se o “problema do colesterol”, o que se mostrou depois uma armação da indústria de medicamentos junto com a indústria dos óleos vegetais.

Glorificar ou destruir o valor de certos alimentos, como vimos nas últimas décadas, pode indicar conclusões cientificamente honestas, mas que serão eventualmente reformadas por estudos futuros. Isso é normal no desenvolvimento da ciência.

O que precisamos para viver bem são ingredientes naturais de alta qualidade, uma dieta bem balanceada em nutrientes e quantidades moderadas. Isso ninguém discute.

Alguns fatores perigosos costumam ser introduzidos pelo homem, sob a forma de agrotóxicos, antibióticos, transgênicos, conservantes, corantes, adoçantes e comidas industriais de baixo custo, em geral.

Não quer dizer que o artificial não seja bom, mas massificar leva ao baixo custo, o que pode levar à baixa qualidade. Objetivos agressivos de produção podem também levar a um “otimismo exagerado” na avaliação da segurança alimentar.

Por isso recomendo cautela ao aceitarmos e consumirmos as novidades artificiais, cujos efeitos só serão melhor conhecidos daqui a algumas décadas, ou gerações.

Alimentos como o trigo, o leite, as carnes, verduras, frutas, cereais, legumes e outros vêm sendo consumidos pela humanidade há milênios. É pouco plausível que estes se transformem do dia para a noite em maus alimentos, se a sua produção e distribuição forem realizadas dentro das melhores práticas de qualidade.

Roberto Diniz

10399057_1219070875213_1532041_n

 Roberto tem uma formação multidisciplinar e é um apaixonado, estudioso e extremo conhecedor  de gastronomia, cafés e vinhos.

Scientists who found gluten sensitivity evidence have now shown it doesn’t exist http://www.sciencealert.com/scientists-who-found-evidence-for-gluten-sensitivity-have-now-shown-it-doesn-t-exist

Multinacionais produzem alimentos inferiores no Brasil http://www.otempo.com.br/capa/economia/multinacionais-produzem-alimentos-inferiores-no-brasil-1.1156235
Tem medo de manteiga? Pois não precisa mais http://revistagosto.com.br/tem-medo-de-manteiga-pois-nao-precisa-mais/
Tagged , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *